Saiba como lidar em caso de incêndio

Viver um incêndio é uma experiência que ninguém gostaria de passar. Nesses momentos de pânico, ficamos sem saber o que fazer e, inconscientemente, nos perdemos. Mas nessas horas difíceis, não é bom deixar a tensão tomar conta porque o menor detalhe pode colocar a sua vida em risco.

Inclusive, a primeira dica para superar catástrofes como essas é não ficar parado de forma alguma e se mobilizar assim que qualquer foco for identificado. Se o incêndio acontecer em seu apartamento, saia imediatamente. Isso porque as chamas podem alastrar de uma forma muito rápida e imprevista, pegando-o de surpresa.

Caso fique preso em meio a fumaça, respire em sessões rápidas e repetitivas. Melhor ainda seria se pudesse usar um lenço molhado como máscara. Tudo isso para evitar de inalar a fumaça porque ela é tóxica. Também procure rastejar pelo chão porque o ar quente, no qual os resíduos de fumaça se encontram, sobe e o ar rente ao chão fica menos poluído.

Jamais use o elevador. Vá de escadas. Isso porque é provável que o fogo queime os ligamentos elétricos e cause um corte de energia. Além disso, feche as portas por onde passar para poder retardar um pouco a propagação das chamas.

Toque a porta antes de abri-la. Se ela estiver quente, não abra. Já se estiver fria, abra vagarosamente, mantendo-se atrás da porta. Caso sinta alguma pressão ou um calor súbito, não atravesse para o outro lado porque pode ser que esteja extremamente quente.

Se possível, fique próximo a uma janela para poder gritar por socorro. Caso esteja prestes a sair, abra a saída completamente para que o calor, o fogo e a fumaça saiam por cima enquanto você escapa por baixo. E caso a saída esteja tumultuada, fique afastado da multidão e tente encontrar outro local para evacuar.

Sobretudo, tente se informar sobre o equipamento de incêndio do prédio. O condomínio deve ter várias formas de prevenção para contribuir com sua fuga. Jamais salte do prédio e acione o Corpo de Bombeiros imediatamente. Muitas pessoas não conseguem escapar por não acreditarem que o socorro pode vir em minutos.

É bom lembrar também de sempre manter a calma e procurar por vigilantes ou brigadistas. Esses profissionais são treinados e aptos para prestar socorro e evitar vítimas. Sobretudo, não volte para o prédio. Não se sabe quando poderemos ter a sorte escapar pela segunda vez.