MEDIÇÃO INDIVIDUALIZADA DE ÁGUA E GÁS

1498763102_Medidorindividual

A palavra do momento é economia. Por isso, a medição individualizada de água e gás em edifícios é uma boa alternativa para amenizar danos ambientais, por incentivar o uso racional dos recursos, e estabelecer uma taxa de condomínio mais justa. No caso do gás, é recomendada, principalmente, para as edificações que usam aquecedor de água de passagem.

As construções que já são erguidas nesses moldes têm redução de custos com as instalações hidráulicas e contribui com o fator comercial na venda das unidades. No caso de empreendimentos antigos, fazer a mudança pode economizar água e reduzir significativamente os custos.

É possível que a medição individualizada seja feita por transmissão de radiofrequência de contato direto sem cabos, o que permite que se faça a leitura do consumo dos equipamentos de maneira remota, com os melhores resultados, sem a necessidade de entrada nos apartamentos para acessar os dados de consumo.

Os principais benefícios são:

  • Redução do consumo de energia devido à economia de água e gás;
  • Maior facilidade para detectar vazamentos;
  • Reduz o risco de “gatos”;
  • Os moradores passam a gastar os recursos com mais consciência;
  • Mais transparência e menos polêmica nas reuniões de condomínio.

 

LEGISLAÇÃO – Em 2017 foi sancionada uma lei que torna obrigatório que todos os novos condomínios do país tenham medição individualizada de água. A medida passa a valer em 2021, já que as construtoras têm cinco anos para se adaptar. A Lei 13.312, que estabelece diretrizes nacionais para o saneamento básico com padrões de sustentabilidade, não atinge condomínios construídos antes da resolução.