Cronograma pode ajudar na limpeza de um condomínio

Foto: adobe free photos.

Foto: adobe free photos.

Planejamento é tudo. Inclusive no esquema da limpeza de um condomínio. Afinal, esse tipo de manutenção é essencial para uma boa convivência dentro de um espaço de uso comum. E para alcançar um bom trabalho, é preciso montar um cronograma para limpar o prédio.

Uma empresa terceirizada pode ajudar nesse momento. Afinal, faz parte do trabalho dela analisar e colocar em prática todo o método desejado. Essa eficiência auxilia a organização do condomínio. Outra consideração é a particularidade de cada ambiente. Construções são diferentes e cada uma delas carece de uma maneira diferente para o tratamento.

Independente do serviço a ser prestado, separamos algumas dicas que podem contribuir para a montagem desse cronograma e para a limpeza ideal. É possível observar que é tudo uma questão de rotina alinhada ao conhecimento.

Veja só!

Entenda melhor a estrutura: cada local em um condomínio carece de atenção específica. Por isso é necessário saber exatamente o tipo da construção para também entender quall produto deverá ser utilizado.

Saiba exatamente o tipo de serviço: os serviços podem ser divididos em, no mínimo, três categorias: geral, manutenção e conservação. É preciso saber onde realizar e qual deles realizar.

Anote as necessidades: a quantidade de afazeres é imensa. Por isso é bom anotar cada um deles e onde são necessários para que não haja problemas depois.

Trabalhe com bons produtos: a conservação de um condomínio depende bastante do tipo de produto de limpeza aplicado. Por isso é necessário escolher marcas que se adequem a necessidade.

Atenção aos horários: para não errar, considere quais são os hábitos e necessidades do condomínio, identificando horários de pico e momentos adequados para não atrapalhar as pessoas.

Rotina: manter a rotina é de suma importância. Veja um cronograma que pode ajudar em suas atividades:

Diariamente – aspiração de áreas acarpetadas e retirada de poeira de móveis e utensílios internos, no caso de condomínios empresariais; retirada do lixo, com observação dos cuidados relacionados à coleta seletiva; desinfecção dos banheiros, troca do lixo e reposição de papel higiênico e papel toalha; limpeza e desodorização das áreas internas dos elevadores; Limpeza das áreas de estacionamento.

Duas vezes por semana – lavagem de escadas e corredores; lavagem do piso da garagem; limpeza profunda dos banheiros, inclusive dos azulejos.

Semanalmente – limpeza dos aparelhos telefônicos com álcool; higienização de bebedouros, utilizando produtos apropriados; limpeza dos aparelhos de ar-condicionado, ventiladores e exaustores.

Quinzenalmente – higienização de portas, maçanetas, parte interna das esquadrias metálicas e vidraças; verificação da situação de limpeza geral dos tetos e paredes.

Mensalmente – limpeza da face externa das esquadrias metálicas e vidraças, utilizando equipamentos apropriados para esse fim; limpeza das paredes internas (inclusive divisórias), das cortinas e persianas/venezianas, com remoção de pó e manchas porventura existentes.

Semestralmente – retirada de sujeiras de partes complexas, como áreas estruturais, tubulações e superfícies altas, como o telhado; limpeza da fachada do condomínio em toda a sua extensão, retirando impurezas e ajudando na conservação estética; limpeza da caixa d’água em sua parte interna, evitando o lodo e o acúmulo de terra.